27 Fevereiro 2021 - 09:54

Governo de Alagoas investe R$ 8,5 milhões na construção do CISP de Rio Largo

Muito em breve, Rio Largo será contemplada com um novo Centro Integrado de Segurança Pública (CISP). Tida como uma das políticas mais eficientes de combate ao crime no país, o CISP promove integração, colaboração e trabalho conjunto das Polícias Civil e Militar, sendo um dos motores por trás da diminuição nos índices de violência em Alagoas.

A construção está avançando rapidamente, assim, dentro dos próximos meses teremos o terceiro CISP tipo II do estado. O primeiro foi construído em Teotônio Vilela e o segundo no município de Pilar. Totalizando mais de R$ 25 milhões investidos somente na construção dessas três unidades, custando R$ 8.415.172,18 cada.

Na última semana de fevereiro, o governador do Estado, Renan Filho, em companhia do secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar, inspecionaram a obra do novo CISP. Lá, o governador destacou a importância do equipamento para aquela região.

"Esse CISP vai fortalecer a presença policial em Rio Largo, aumentar os efetivos e as resolutividades, oferecendo mais segurança às pessoas", disse.

O CISP de Rio Largo atenderá uma população de mais de 75 mil pessoas e irá colaborar com as ações de Segurança Pública na região metropolitana que já conta com unidades do tipo I em Messias e Marechal Deodoro.

Para o secretário Alfredo Gaspar, o CISP é uma política implantada pelo Governo de Alagoas que tem dado certo e esse novo Cisp auxiliará aem respostas mais rápidas dos agentes de Segurança Pública.

Alfredo Gaspar destacou ainda que o município de Rio Largo tem conquistado bons resultados e parabenizou os policiais que atuam na região. “Rio Largo tem avançado bastante no combate à violência. Quero dar os parabéns às equipes da Polícia Civil, ao comando e a todos os policiais militares do 8º Batalhão. É isso que eu quero para Alagoas, essa união de forças para combater a criminalidade e entregar segurança para a população”, disse o secretário. 

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯