07 Dezembro 2021 - 18:07

Funarte lança livro da soprano Nádia Figueiredo, 'E por falar em voz...'

Divulgação
Nádia Figueiredo compartilha conhecimentos e experiências na publicação

A Fundação Nacional de Artes – Funarte lança no dia 8 de dezembro, quarta-feira, o livro E por falar em voz...: um manual de boas práticas para quem utiliza a voz como instrumento musical, da cantora Nádia Figueiredo, reconhecida pela extensa trajetória com canto lírico e popular. O lançamento será realizado no Teatro Dulcina, no Centro do Rio de Janeiro (RJ), às 19h, com apresentação de curta duração da soprano, acompanhada do pianista Eduardo Henrique e participação da cantora, atriz e professora Vera do Canto e Mello. Com início às 19h e término às 21h, haverá sessão de autógrafos. O evento tem entrada franca e poderá receber até 300 pessoas (70% da capacidade total do espaço da Funarte), sem necessidade de retirada de senha ou ingresso.

No livro, Nádia Figueiredo compartilha conhecimentos acumulados ao longo da carreira, além de experiências de profissionais reconhecidos no mercado musical e vocal. E por falar em voz aborda temas como técnica vocal, fisiologia vocal, envelhecimento vocal, classificação vocal, saúde vocal e exercícios inéditos para o cantor profissional.

Ricardo Tamura, primeiro tenor brasileiro a cantar no Metropolitan Opera de Nova York, assina o prefácio. Em um trecho de sua publicação, ele diz: "Não sendo um 'tratado completo da arte do canto', o resultado — uma narrativa leve e fácil de ler, escrita em linguagem coloquial e espontânea, e relatando as experiências pessoais, boas e ruins, que ela vem tendo com o canto, em sua vida — tem um grande potencial de identificação com o público em geral".

A obra conta com participação de nomes como o maestro e pianista Enrico Reggioli, que trabalha com as maiores estrelas da ópera internacional; do tenor italiano Cosimo Panozzo, que foi o último aluno de canto de Luciano Pavarotti; do produtor musical Guto Graça Mello, acostumado a trabalhar com nomes como Roberto Carlos, Milton Nascimento, Gilberto Gil e Maria Bethânia; dos otorrinolaringologistas Andrea Campagnolo e Reinaldo Kazuo Yazaki, especializados em vozes artísticas; da fonoaudióloga Cristiane Magacho; da professora de canto e soprano brasileira Laura de Souza; e do técnico de gravação Alexandre Hang.

A orelha do livro é de autoria de Vera do Canto e Mello, que, além de cantora e atriz, foi professora de canto de artistas como Marisa Monte, Paula Toller, Miguel Falabella e Cláudia Raia. "A autora e cantora Nádia Figueiredo realiza aqui um feito extraordinário, apresentando ao público um livro completo, com abordagens claras sobre respiração, apoio e emissão vocal. As ilustrações foram feitas de forma bela e eficiente. A parte que trata de saúde e classificação vocal é perfeita. É um livro moderno, fácil de ler, com várias curiosidades e informações atuais. Eu realmente fiquei empolgada quando terminei minha leitura", declara Vera em fragmento do texto.

O manual reúne uma série de imagens de artistas com quem Nádia Figueiredo teve a honra de trabalhar, como Gilberto Gil, João Donato, Daniel, Plácido Domingo Jr., João Carlos Assis, Márcio Malard e Antón Carballo. “Existe uma parte autobiográfica, na qual conto um pouco das minhas experiências pessoais, algumas dificuldades que enfrentei com minha voz durante uma turnê e como fiz para recuperá-la. Também divido com o leitor sobre envelhecimento vocal, com o exemplo do meu pai, pois a voz dele foi mudando com a idade. Outra curiosidade que eu compartilho é como eu faço para cantar em outros idiomas. Dou muitas dicas e o livro é recheado de curiosidades”, explica Nádia Figueiredo.

A publicação é lançada por meio da Gerência de Edições, do Centro de Programas Integrados (Cepin) da Funarte.

Sobre Nádia Figueiredo

Cantora e compositora brasileira, Nádia Figueiredo nasceu em Belo Horizonte (MG) e hoje vive no Rio de Janeiro. Começou a cantar e tocar violão popular aos 10 anos. Aos 11, já participava de festivais de música na escola e venceu alguns deles com músicas de sua autoria. Aos 14 anos, começou os estudos de violão clássico. Graças ao timbre e extensão vocal, cantou em palcos nacionais e internacionais, em idiomas como italiano, francês, inglês, espanhol, latim, russo, Esperanto, hindi e hebraico. Em 2008, começou a estudar canto lírico. Atualmente, estuda com a soprano brasileira Laura de Souza. Em 2018, participou de um intensivo de canto lírico em Roma, na Itália, com o maestro Romualdo Savastano.

Em 2013, uma de suas composições, que fala sobre o aquecimento global, foi tema da exposição Avannaa: Imagens e Ícones, no Museu Orient em Moscou, Rússia. No mesmo ano, fez uma participação na novela Amor à Vida, cantando a aria O del mio dolce ardor, da ópera Paride ed Elena, de Christoph Willibald Von Gluck (1714-1787). Em 2014, sua composição em Esperanto ganhou destaque internacional em uma rádio Polonesa, considerada pelo grupo internacional de esperantistas como uma das canções mais bonitas no idioma.

Em novembro de 2016, foi agraciada com a Medalha Maestro Carlos Gomes e o título de Comendadora pela Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino (SBACE). Em abril de 2017, recebeu a Medalha de Cinquentenário das Forças Internacionais de Paz da ONU. Em maio do mesmo ano, foi convidada para participar da turnê do cantor brasileiro Daniel, na Europa, cantando ao lado dele a canção Con te Partirò, no Coliseu de Lisboa, Coliseu do Porto e Casino Figueira da Foz em Portugal. No mesmo mês, Nádia fez uma turnê por grandes teatros brasileiros ao lado do cantor Plácido Domingo Jr., filho do tenor Plácido Domingo.

Em 2019, lançou seu primeiro álbum pela Biscoito Fino, chamado Meu idioma é o amor, produzido por Guto Graça Mello. O projeto mistura standarts da música internacional, peças clássicas e MPB, defendendo o gênero crossover (junção entre o clássico e popular). O disco conta com participação de Gilberto Gil e João Donato na música A Paz, de autoria dos dois. Em 2021, Nádia foi agraciada com o título de Chanceler Internacional pela Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino (SBACE).

 

Lançamento do livro
E por falar em voz...
Autora: Nádia Figueiredo
Edições Funarte

Formato: 16x23cm
Nº de páginas: 152
ISBN: 978-65-5845-006-1

Aquisição em todo o Brasil pela Livraria Mário de Andrade (Funarte), pelo e-mail: [email protected]
Preço: R$ 40

Dia 8 de dezembro de 2021, às 19h
Apresentação de curta duração da cantora e autora Nádia Figueiredo, acompanhada do pianista Eduardo Henrique, seguida de sessão de autógrafos

Local: Teatro Dulcina - Rua Alcindo Guanabara, 17 - Centro - Rio de Janeiro (RJ)
Capacidade: 300 pessoas (70% da capacidade total do espaço)

Entrada Franca (sem necessidade de senha ou ingresso)

Mais informações para o público
Fundação Nacional de Artes – Funarte | Gerência de Edições: [email protected]

por Funarte

Comentários comentar agora ❯