18 Janeiro 2022 - 09:25

Covid-19: vacinação de crianças tranquiliza pais para o retorno às aulas

Sérgio Silva
Maria Morgânia e Bôsco

Iniciada no sábado (15), pela Secretaria Municipal da Saúde, a vacinação contra covid-19, em Aracaju, para crianças de 5 a 11 anos que possuem alguma comorbidade ou deficiência permanente tem tranquilizado pais e mães que reconhecem a imunização como eficaz para proteger seus filhos contra o coronavírus, sobretudo para que eles possam voltar às aulas presenciais com segurança.

Mãe de Rafael, criança com deficiência, Josefa Silva levou o filho à UBS Joaldo Barbosa, no Bairro América, para receber a primeira dose do imunizante. “Eu já estava esperando essa vacina há muito tempo e foi importante demais a chegada das doses, ainda mais para as crianças que possuem comorbidade como ele, isso alivia a gente e também eles. Agora é aguardar a segunda dose que com fé em Deus ele tomará e vai ficar imunizado. Essa vacina trouxe esperança tanto pra mim, que sou mãe de uma criança especial, como para outras mães que também estavam esperando por isso”, comentou Josefa.

Para o público infantil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso da vacina pediátrica da Pfizer. Nesta fase da campanha de imunização, a Prefeitura disponibilizou esta vacina em diversas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para que pais e responsáveis possam levar as crianças até o ponto de vacinação mais próximo e garantir a aplicação da primeira dose. Até o momento, 282 crianças já receberam a primeira dose na capital sergipana.

Nos pontos de vacinação para crianças, os pais têm demonstrado alívio com a vacinação das crianças, considerando, especialmente, a volta às aulas presenciais, como Maria Morgânia, mãe de Victor Luan e tia de Felipe Gabriel, que foram levados por ela para receber na UBS do Bairro América.

“É uma prevenção essa vacina e eu acho que já deveriam ter feito isso, mas o governo demorou muito para liberar. Victor volta a estudar ainda essa semana e Felipe volta depois do carnaval. Agora eles voltam às aulas já vacinados, mais seguros, porque por mais que as escolas tenham a prevenção, a vacina é uma garantia a mais. Eu incentivo que outras mães vacinem seus filhos, eu acho errado pais que nem se vacinam e nem vacinam as crianças”, afirmou.

Maria Auxiliadora, mãe de Bosco, compartilhava do mesmo receio de Maria Morgânia. Ela conta que assim que soube que Prefeitura iniciou a vacinação, se programou para vacinar seu filho o quanto antes.

“Eu acho muito importante a vacinação, porque caso ele pegue covid, não vai sentir os sintomas tão fortes por conta da vacina. Eu já estava desesperada para receber a primeira dose, ainda mais nessa situação de volta às aulas. Fiquei muito feliz de estar aqui hoje para vacinar meu filho e peço que os pais também vacinem seus filhos, ainda mais se eles forem especiais”, pontuou.

Locais de vacinação:
Nesta semana, de 17 a 21 de janeiro, a vacina pediátrica contra a covid-19 para crianças com comorbidades ou deficiência permanente estão disponíveis em oito UBSs, das 8h às 15h: Carlos Hardman (Soledade), Carlos Fernandes (Lamarão), José Machado (Santos Dumont), Joaldo Barbosa (América), Ávila Nabuco (Médici), Amélia Leite (Suissa), Geraldo Magela (Orlando Dantas), João Bezerra (Areia Branca).

por Agência Aracaju

AquiAcontece.com.br © 2016 - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do AquiAcontece.com.br.