25 Outubro 2010 - 13:06

Polícias de Sergipe ainda procuram assassino de militar

Arquivo PM-SE
Antônio Santos da Silva, vulgo Periquito, é procurado pelas polícias de Sergipe e de Alagoas

Tendo completado dois meses do assassinato do cabo da polícia militar de Sergipe, Manoel da Silva Moura, ocorrido em Brejo Grande, município distante 135 da capital sergipana, ainda não há nenhuma pista sobre o paradeiro do principal suspeito do crime, identificado por Antônio Santos da Silva, de 26 anos, popularmente conhecido como Periquito.

Em agosto quando aconteceu o homicídio, o delegado de Brejo Grande, Cléver Farias, afimrou que não havia naquele momento elementos suficientes para afirmar quem deflagrou os disparos, mas todos os indícios apontavam para Periquito que havia escapado da delegacia de Brejo Grande no mês de julho.

Recentemente o delegado Cléver Farias, falou à imprensa e afirmou que a polícia ainda está ouvindo algumas testemunhas que podem ajudar na captura tanto de Periquito como também de outras pessoas que possam estar envolvidas com o crime que vitimou fatalmente o cabo da Silva.

Ainda de acordo com o delegado, logo no começo das investigações uma mulher de identidade não revelada foi presa acusada de dar guarida ao suspeito, mas com o avanço das investigações, outras pessoas passaram a ser investigadas e certamente também serão chamadas para prestar esclarecimento como por exemplo sobre o oferecimento de armas ao suspeito.

Cúmplice

Além de Periquito, um possível cúmplice conhecido como “Dedé”, também está sendo procurado pela polícia. “Assim que capturarmos esses elementos teremos a elucidação do crime, pois poderemos acelerar as investigações e esclarecermos quem são os verdadeiros culpados pela tragédia. Enquanto isso só podemos seguir o tramite normal das investigações”, declarou o delegado.

Denúncia Anônima

Para levar a polícia ao encontro dos prováveis criminosos, foram colocados os telefones 79-3366-1010 ou 79-3344-2211 a disposição da população. Quem tiver qualquer informação a respeito do paradeiro dos elementos pode entrar em contato e manter a identidade sob absoluto sigilo.

por Rafael Medeiros

Comentários comentar agora ❯

  • VALDOMIRO PROCURA SEM RUMO! POIS, SE O DHPP E A PM-2 ENTRAR NO CASO, RAPIDAMENTE PÕE OS CRIMINOSOS ATRÁS DAS GRADES. ASSIM COMO ACONTECEU COM O PERITO SERGIPANO QUE FOI ASSASSINADO NO PONTAL DO PEBA, QUE RAPIDINHO SOLUCIONARAM O CASO. FALAR SEM AGIR E SEM SAIR DE TRÁS DOS \"BIRÔS\", JAMAIS IRÃO PEGÁ-LOS!
  • PAULO ENQUANTO ESTIVER ATRAZ DE PRENDER SÓ ESSE PIRIQUITO, ALGUÉM ESTÁ TRANQUILO! MAIS VOMOS PEGAR TANTO O PIRIQUITO QUANTO ALGUÉM QUE ESTÁ TRANQUILO! NOS AGUARDE!!!!!!!!!!!!!!!