13 Dezembro 2018 - 10:27

Escolas participam de curso de implantação de hortas escolares

A Secretaria de Estado da Educação (Seed), através do Departamento de Educação (DED)/Serviço de Ensino Médio (Semed), em parceria com o Departamento de Engenharia Agronômica, Campus Rural, da Universidade Federal de Sergipe (UFS), iniciou na manhã desta quarta-feira, 12, o curso de Formação em Horta Escolar. A capacitação está sendo realizada no Departamento de Engenharia Agronômica, Campus São Cristóvão, da UFS, e é fruto do projeto de extensão "Capacitação e difusão de práticas em produção de hortaliças na educação básica do Estado de Sergipe", sob a coordenação da professora Maria Aparecida Moreira e do professor Airon José da Silva.

O curso será realizado em três momentos, contando com aulas teóricas e práticas, com abordagens que compreendem desde o preparo do solo e adubação orgânica até as ações de preparação de mudas e semeadura. A abertura da capacitação contou com a presença da coordenadora do Serviço de Ensino Médio da Seed, Joniely Cruz, e do diretor do Departamento de Recursos Humanos (DRH/Seed), Jorge Costa, que representou o secretário de Estado da Educação, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho.

De acordo com Joniely Cruz, o curso teve início em 2017, quando professores que participaram de uma capacitação sobre solos sinalizaram o interesse na continuidade dele, e que o curso pudesse culminar na implantação de hortas nas escolas, contribuindo com a aprendizagem dos alunos.

"A ideia é de que os professores tenham essa formação na construção e implantação dessas hortas. A gente espera poder estar contribuindo na perspectiva de autossustentabilidade, e que o resultado das hortas possa ser utilizado para o consumo da comunidade escolar. Além disso, queremos contribuir com a prática do professor e com o aprendizado dos alunos", afirmou.

Inicialmente, o projeto está sendo implantado em 10 escolas-piloto, entre a DEA e a DRE 8: Centro de Excelência Professor José Carlos de Sousa, Colégio Estadual Nelson Mandela, Centro de Excelência Santos Dumont, Colégio Estadual Leonor Teles de Menezes, Colégio Estadual Prof. Gonçalo Rollemberg Leite, Centro de Excelência Professora Maria das Graças Azevedo Melo, Colégio Estadual Prof. Antônio Fontes Freitas, Centro de Excelência Professor Hamilton Alves Rocha, Colégio Estadual João Batista Nascimento, CEEP Gov. Seixas Dória.

Capacitação

A professora Maria Aparecida Moreira, que está ministrando a capacitação, afirmou que o projeto só foi possível graças à parceria com a Seed e ao interesse e necessidade das escolas. "Queremos promover a instalação de horta nas escolas estaduais, com o objetivo didático-pedagógico para os alunos. Mas queremos também diminuir a distância entre os alunos da escola estadual e a Universidade. Além das aulas teóricas, teremos as aulas práticas, a que já demos início com a construção dos canteiros", explicou.

Quem aprovou a iniciativa foi o professor Josué Cândido da Silva Júnior, que atua no Colégio Estadual Prof. Antônio Fontes Freitas. "Acho esse projeto é de grande valia para podermos fazer com que os projetos relacionados à horta nas escolas sejam efetivamente realizados", disse.

A mesma opinião foi compartilhada pelo professor Márcio Martins, do Centro de Excelência Professora Maria das Graças Azevedo Melo. "Esse curso é fundamental, principalmente para que as crianças e jovens tenham essa vivência de mexer com a terra. Infelizmente hoje em dia os jovens estão perdendo esse contato. Nosso Estado tem uma riqueza muito grande nessa área, então creio que seja muito importante tanto para a vivência deles quanto para a valorização", declarou.

Patrícia Andrade é professora do Centro de Excelência Professor Hamilton Alves Rocha, e já trabalha com horta na disciplina eletiva "Terra Viva", do ensino médio em tempo integral. Para ela, esse é um projeto que irá proporcionar aos alunos trabalhar com alguns pilares importantes da educação. "Quando o aluno se depara com alguém que está vindo da universidade, com um olhar mais profissional, eles se sentem mais motivados. Então, através desse projeto, eles vão aprender coisas novas, como técnicas para manter a horta, preservação do ambiente, alimentação orgânica. Os estudantes também poderão ser agentes multiplicadores desses conhecimentos em suas casas", afirmou.

Ampliação e parceria

De acordo com a coordenadora do Semed, Joniely Cruz, em 2018 o projeto está sendo implantado em 10 escolas-piloto distribuídas entre a DEA e a DRE 8. Ela explicou que a meta é, em 2019, expandir para mais unidades de ensino. "Temos um projeto de ampliação para que cada Diretoria Regional de Educação tenha uma escola que sirva de referência e que possa gerar difusão para outras unidades de ensino, a fim de contribuir com a proposta de ensino e aprendizagem dos alunos", disse.

O curso está sendo realizado através de uma parceria entre a UFS e a Seed, e contará com o auxílio de estagiários do Departamento de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de Sergipe, os quais estarão nessas escolas acompanhando o desenvolvimento das hortas.

por Agência Sergipe

Comentários comentar agora ❯

Whoops, looks like something went wrong.