15 Maio 2019 - 15:16

Em Penedo, estudantes do Ifal reagem a cortes com manifestação em defesa da educação

Cortesia - Evanio Santos
Manifestação aconteceu na manhã desta quarta, 15 de maio

Na manhã desta quarta-feira, 15 de maio, estudantes do Campus Penedo do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) realizaram uma manifestação pelas principais ruas da cidade ribeirinha com o objetivo de protestar em defesa da educação pública.

A passeata, que teve início por volta das 10 horas, aconteceu após o corte de 30% no orçamento de todos os Institutos Federais e Universidades Federais, realizado por Bolsonaro e seu Ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Além de Penedo, estudantes de outros municípios do país vestiram preto e com faixas e cartazes percorreram as principais avenidas das cidades.

Apesar do clima de tranquilidade do ato, um ponto negativo na manifestação foi o registro da pichação de um muro localizado nas imediações da Avenida Antônio Candido Toledo Cabral, parte alta de Penedo. A passeata terminou na Praça Barão de Penedo, no Centro.

Reação do governo

Em sua chegada a Dallas, nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro reagiu às manifestações e afirmou que os estudantes que estão protestando contra o corte de verbas para a Educação são "massa de manobra" e "idiotas úteis". Em sua opinião, eles são manipulados por uma minoria que comanda as universidades federais.

“É natural, é natural, mas a maioria ali é militante. Se você perguntar a fórmula da água, não sabe, não sabe nada. São uns idiotas úteis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo das universidades federais no Brasil”, disse o presidente na porta do hotel onde ficará hospedado.

Bolsonaro ainda afirmou que não gostaria de fazer o corte, mas culpou a situação herdada dos governos anteriores.
 

por Redação

Comentários comentar agora ❯