10 Maio 2018 - 08:18

Falso diploma: instituições não possuem autorização do MEC para atuarem na modalidade EAD

Reprodução
Golpe prejudicou aproximadamente 20 mil estudantes em Alagoas

Foi ao ar na noite desta quarta-feira, 09 de maio, a 2ª reportagem da série especial “Faculdades fantasmas: sonho ou pesadelo”, do repórter Thiago Correa e José Pereira, ambos ligados a uma emissora televisiva local. Dessa vez, a matéria mostrou como instituições atuavam em Penedo e em outros municípios de Alagoas.

A reportagem dessa quarta, 09, deu continuidade à que foi exibida na noite anterior e que revelou um esquema que consistia na aplicação do golpe do “Falso Diploma” em diversas cidades, prejudicando aproximadamente 20 mil estudantes, segundo o movimento diploma legal.

De acordo com a 2ª reportagem da série, mesmo sem autorização do Ministério da Educação (MEC) para atuarem em Alagoas, instituições formaram milhares de alunos nos cursos de Pedagogia, Educação Física, Teologia, Administração e Ciências Contábeis.

Esses estudantes perceberam que tinha algo errado quando viram seus diplomas serem rejeitados durante tentativa de registro no conselho da classe ou ao tentarem se matricularem em cursos de pós-graduação.

Ainda segundo a reportagem, o problema é o mesmo mostrado na matéria anterior. Instituições autorizadas a funcionar apenas na modalidade presencial, nas cidades onde ficam suas sedes, não podem atuar na modalidade EAD (Ensino a distância), sem autorização do MEC.

Outra situação apontada pela reportagem é que não só em Penedo, mas também em outros municípios de Alagoas, estudantes iniciam um curso sabendo que serão diplomados por uma faculdade, mas ao longo dos anos são informados que a diplomação acontecerá por outra.

Se você estuda em uma faculdade que atua na modalidade EAD e é suspeita de irregularidades acesse agora mesmo o site do e-MEC (http://emec.mec.gov.br/emec/nova#simples), alimentado pelo Governo Federal, e cheque se a mesma tem autorização para funcionar da forma como está!

Clique AQUI e confira a reportagem completa!

por Redação

Comentários comentar agora ❯

  • Dario Nunes Ouvi a entrevista hilaria do Carlos e Neto (Duarte), onde eles dizem que são donos da ISEPRO, e que a mesma está regularizada para funcionar em PENEDO e região! Fui no E-MEC, e fiz a busca, a ISEPRO só pode funcionar em PALMEIRA, UNIÃO, SANTANA E AGUA BRANCA, ACORDA PENEDO, É FRAUDE DAS GRANDES!!!!!
  • VERGONHA Estão usando um site deles próprios sob comando da família CATUNDA para querer validar os diplomas, chamam de diploma legal! NÃO CAIAM NESSA, POLÍCIA FEDERAL ESTÁ NO RASTRO
  • gessyane Também fui vítima de uma faculdade que nem existe, gostaria muito colocar as ft desses estelionatários para que tds possam ver. tenho muito pra falar desse vocalista. tenho documentos em mãos vários recibos e várias pessoas com o mesmo problemas.