27 Fevereiro 2019 - 15:06

Alagoas é o segundo estado do País com maior redução no número de mortes violentas

Felipe Brasil
Estado teve queda de 22,5% comparando dados do ano passado com 2017

A Segurança Pública vive um novo momento, graças à união das forças policiais no combate à violência. A comparação feita com os demais estados aponta que Alagoas reduziu, no ano passado, 22,5% o número de mortes violentas em relação a 2017.

O percentual coloca Alagoas como o segundo que mais reduziu mortes, ficando atrás apenas de Pernambuco. Os dados da SSP subsidiaram o projeto Monitor da Violência, do portal nacional G1, que divulgou, nesta quarta-feira (27), dados das vítimas de homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, adotando o mesmo padrão utilizado pelo fórum do Anuário Brasileiro da Segurança Pública. Na contagem, não estão incluídas as mortes em decorrência de intervenção policial.

Segundo o levantamento, seis estados registraram uma redução superior a 20% de mortes violentas e o Brasil teve uma queda de 13% no número em 2018. Alagoas aparece à frente de Santa Catarina (-22,1%), Acre (-22,1%), Minas Gerais (-21,8%) e Espírito Santo (-21,2%).

O G1 também destaca que Alagoas é um dos poucos estados do país que divulga em seu portal as informações referentes aos CVLIs. No site estão disponíveis relatórios mensais e anuais que detalham os homicídios, o que demonstra o compromisso com a transparência das informações.

Ações da Segurança Pública poupam vidas

Quando analisamos os dados que incluem homicídio doloso, roubo seguido de morte (latrocínio), lesão corporal com resultado morte, resistência com resultado de morte e outros crimes que resultem na perda da vida, o chamado Crime Violento Letal e Intencional (CVLI), constatamos uma curva decrescente em Alagoas.

Segundo dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac), da Secretaria da Segurança Pública, o ano de 2018 foi encerrado com 1.518 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI), uma redução de 21% quando comparado com 2017, em que foram registrados 1.922 casos.

Já na comparação entre os quadriênios (2015 - 2018) e (2011 - 2014) houve uma redução de 21,7% no número de homicídios. No quadriênio anterior, 9.108 pessoas foram mortas de forma violenta no Estado. Já nos últimos quatro anos, o número baixou para 7.130. A análise criminal permite também constatar a redução entre os períodos, o que significa dizer que as ações realizadas pela Segurança Pública na atual gestão preservaram 1.978 vidas.

Para o secretário da Segurança Pública Lima Júnior, os resultados que ganham destaque nacional decorrem da política de integração das ações implantadas na gestão Renan Filho. Ao longo dos últimos quatro anos, as Polícias Civil e Militar, as agências de Inteligência, Corpo de Bombeiros e Perícia Oficial atuam de forma integrada, o que otimiza o trabalho de repressão ao crime. Ele também destaca que os investimentos realizados para melhoria de instalações físicas e de materiais de trabalho transformaram o cenário do estado.

“Este resultado é fruto do trabalho de todos que compõem a Segurança Pública. Enquanto vários estados enfrentam graves problemas para combater o crime, aqui estamos colhendo bons resultados e reduções significativas. Esses resultados também demonstram que estamos no caminho certo”, afirmou.

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯