24 Maio 2019 - 15:08

Penedense Gustavo Lopes é nomeado pelo governador para compor delegação da “Missão China 2019”

Reprodução
Alagoas vai à China em busca de novos investimentos para o Estado

A edição desta quinta-feira, 23 de maio, do Diário Oficial do Estado tornou público o decreto nº 65.970/2019 que nomeou o penedense Gustavo Ressureição Lopes e mais seis servidores do Governo de Alagoas que vão compor a Delegação da “Missão China 2019”.

Além de Lopes, que é o diretor-presidente do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas, também fazem parte da comissão:

- Rafael de Góes Brito, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Turismo;
- Mozart Amaral, secretário de Estado do Transporte e Desenvolvimento Urbano;
- Maurício Quintella Malta Lessa, secretário de Estado da Infraestrutura;
- George André Palermo Santoro, secretário de Estado da Fazenda;
- Fabrício Marques Santos, secretário de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio;
- Enio Lins de Oliveira, secretário de Estado da Comunicação.

O objetivo da “Missão China 2019” é ampliar e aprofundar a prospecção de novos empreendimentos em setores estratégicos para o Estado. Na visita ao país asiático, que deve ocorrer ainda neste primeiro semestre, a comitiva alagoana se reunirá com empresários locais para discutir as possibilidades de investimento, além de realizar visitas técnicas a indústrias de estados diferentes a fim de promover a integração entre os representantes dos dois países.

“Essa missão vem carregada de muita simbologia e expectativa para nós. O governador Renan Filho, pessoalmente, escolheu a China para expandir as relações comerciais. São essas estratégias que contribuem para a promoção e o fomento do desenvolvimento econômico de Alagoas. Temos certeza que da China traremos mais recursos para o nosso Estado“, pontuou Rafael Brito. 

Entre os projetos que serão apresentados pela comitiva na China, está o da ponte Penedo/Neópolis, para que os recursos necessários para a execução da obra sejam garantidos. O projeto da ponte já foi enviado para os chineses que mostraram interesse na obra, mas pediram uma audiência com o governador Renan Filho.

Depois de construída, a ponte terá extensão aproximada de 1.072 metros e largura de 21,10 metros. Os acessos estão calculados em 12 metros. O projeto incluirá ainda passeio e ciclovia, cada qual com largura estimada de dois metros. O custo total da obra está estimado em aproximadamente R$ 320 milhões.

O projeto executivo da ponte Penedo/Neópolis foi iniciado através da Prefeitura de Penedo, executado pela Codevasf, com acompanhamento do vice-prefeito Ronaldo Lopes.

por Redação

AquiAcontece.com.br © 2016 - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do AquiAcontece.com.br.