14 Novembro 2017 - 10:29

Sesau realiza palestras voltadas à conscientização preventiva do câncer de próstata


A campanha Novembro Azul segue na Secretaria de Estado da Saúde com palestras visando despertar no homem a importância de combater o câncer de próstata. Nas palestras realizadas sexta-feira (10) e nesta segunda-feira (13), especialistas da Sesau alertaram para a importância do diagnóstico precoce da doença, essencial para o sucesso do tratamento.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, mais de 61 mil pacientes foram diagnosticados este ano com câncer de próstata no país, que é o segundo tipo mais mortal entre os homens. Um em cada seis homens é alvo da doença. Há um diagnóstico de câncer de próstata a cada 7,6 minutos e um óbito causado pela doença a cada 40 minutos.

O médico Marcos Martins, coordenador do Setor de Saúde do Homem da Sesau, reforça a necessidade de o homem realizar exames preventivos. “Existe uma cultura no sexo masculino em todo o Brasil de não procurar assistência médica e adotar hábitos saudáveis com a mesma frequência das mulheres”, observa o médico.

Na palestra que ele fez para pacientes e funcionários do Hospital Psiquiátrico Portugal Ramalho, na sexta-feira (10), Marcos Martins lembrou que o diagnóstico precoce é essencial para o tratamento. “Com o diagnóstico precoce as chances de recuperação aumentam, assim como a diminuição da possibilidade de sequelas”, reforçou.

Nesta segunda-feira (13), as ações do Novembro Azul tiveram continuidade com palestra ministrada pelo médico urologista Alexandre Figueiroa no Centro Médico do quartel da Policia Militar. O enfoque foi o mesmo: mostrar ao homem a necessidade de cuidados preventivos contra o câncer de próstata.

“A palestra buscou disseminar a informação sobre o câncer de próstata”, disse Thaisa Vergete, técnica da Sesau. O conhecimento, segundo ela, é uma ferramenta poderosa para a saúde e o bem-estar de todos. “E a gestão estadual de saúde está empenhada em disseminar informações importantes para a segurança de todos”, ressaltou a técnica.

Walmir Florentino, 59 anos, funcionário do Hospital Geral do Estado, elogiou a iniciativa da Campanha Novembro Azul e afirmou que irá realizar exames preventivos com mais frequência. “Com a saúde não se brinca e todos nós devemos fazer exames de rotina para assegurar o bom funcionamento do nosso corpo”, ensinou Walmir.  

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯