Blog da Juventude

Blog da Juventude

Por Willian Nelson

Postado em 14/06/2021 10:38

Violência que apaga VIDAS

Google
Violência que apaga VIDAS
Violência contra mulher: Precisamos falar sobre isto!

Diversos tipos de violência contra a mulher acontecem sistematicamente no Brasil e no mundo, em sua maioria são geradas por questões de gênero, ou seja, muitas vezes as mulheres são agredidas porque são mulheres. As agressões não se limitam apenas ao ato físico, mas a atos lesivos que resultem em danos psicológicos, emocionais, patrimoniais, financeiros, entre outros.

O isolamento social em virtude da pandemia, aproximou drasticamente mulheres que ao ficar mais tempo com seus parceiros, tutores e familiares, aumentou o risco de agressões, devido também às tensões emocionais, ao viver um momento de alta expectativa pelo amanhã. Em razão deste, o número de denúncias sobre violência aumentou significativamente, muitos desses foram registros de feminicídio, que alcançaram 22,2% dos chamados pelo 180, Central Nacional de Atendimento à Mulher, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Em um relatório da Organização Mundial de Saúde, revelou que 7% das mulheres sofreram violência sexual, além disso 50% se envolveram em combate físico com seus companheiros, como forma de luta pela vida. Além disso, afirmam que com muita frequência, instituições de saúde demoram a reconhecer e lidar com esse tipo de violência. O primeiro passo para combatê-los é ligar para o número 180, seja denunciante ou a própria vítima, que receberá orientações sobre buscar apoio por perto, além de obter informações sobre passos que devem ser tomados para solucionar o problema. Não se cale, sua denúncia pode salvar vidas.
 

Comentários comentar agora ❯