27 Maio 2022 - 13:01

Governo Federal lança cartilha com orientações sobre adesão à Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso

Reprodução
O lançamento ocorre durante o 1º Congresso Brasileiro de Trilhas

OGoverno Federal, por meio dos Ministérios do Meio Ambiente (MMA), do Turismo (MTur) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) lança, nesta sexta-feira (27/05), a “Cartilha RedeTrilhas - Critérios para avaliação de propostas de adesão à Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade”. A publicação é destinada a orientar sobre os procedimentos para a adesão de trilhas de longo curso à Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade - RedeTrilhas, iniciativa destinada a conectar pontos de interesse do patrimônio cultural e natural brasileiro em todo o país.

“A Cartilha RedeTrilhas apresenta, com base nas portarias conjunta MMA, MTur e ICMBio sobre a temática, os critérios para a avaliação das propostas de adesão à Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade, visando a disseminação no âmbito nacional e internacional desta política pública, ampliando, dessa forma, as adesões à Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso, com o propósito de fomentar o desenvolvimento econômico da região com geração de emprego e renda, assim como a conservação da biodiversidade,” ressalta a diretora do Departamento de Concessões do MMA, Daiane Daniele Santos Rocha.

O lançamento ocorre durante o 1º Congresso Brasileiro de Trilhas, realizado de 25 a 29 de maio em Goiânia, em versões impressa e digital.

Com a adesão à Rede Nacional de Trilhas, as trilhas, em áreas públicas ou privadas, podem receber recursos públicos e melhorias, como antenas de internet, placas de sinalização, mapas e traçados do percurso em aplicativo, Sistema e Site da RedeTrilhas permitindo a divulgação das trilhas já aderidas, entre outros benefícios.

A RedeTrilhas conta hoje com a adesão de seis trilhas que somam quase dois mil quilômetros de extensão. Só uma delas, a Transmantiqueira, conta com 1.200 quilômetros e cruza 40 municípios dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, promovendo a integração de mais de 30 Unidades de Conservação (UCs).

Com a RedeTrilhas, novas trilhas e trechos adicionais deverão seguir padrões de mapeamento e identificação. A ação traz mais segurança para os turistas e usuários, que agora poderão contar com referências de estrutura e acesso, que vão da indicação de pontos de interesse turístico, como lagos e cachoeiras, a bases para pernoite, alimentação e outros pontos de apoio.

As propostas de adesão de Trilhas de Longo Curso à RedeTrilhas devem ser apresentadas à Secretaria de Áreas Protegidas do Ministério do Meio Ambiente em meio físico ou por meio do e-mail [email protected], e podem ser encaminhadas por órgãos públicos, organizações da sociedade civil ou entes privados.

Após o lançamento, a “Cartilha RedeTrilhas - Critérios para avaliação de propostas de adesão à Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade” poderá ser acessada jno link: https://www.gov.br/mma/pt-br/assuntos/areasprotegidasecoturismo/parquemais/rede-trilhas/cartilharedetrilhascriterios.

Parque+
Criado em 2020 pelo MMA, o Programa Parque + visa ao incentivo do ecoturismo em todo o Brasil. Os novos processos e regras para atividades turísticas estão no escopo do eixo do programa que visa fomentar iniciativas para estruturação e desenvolvimento do ecoturismo nos parques nacionais, de forma ampla. Além deste, o programa atua em mais 3 eixos, voltados à promoção da acessibilidade das UCs, disponibilização de rede de internet aos visitantes e interligação de trilhas de longo curso.

por Ministério do Meio Ambiente

AquiAcontece.com.br © 2016 - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do AquiAcontece.com.br.